googleads

02 agosto 2017

Recado para vocês!

E aí você do outro lado... tudo bem!? 

Vim aqui só para dar um recado...
É que eu tiro o gesso da perna amanhã! Ebaaa!!!! 👏🏼👏🏼
Então voltarei com os posts. Vou tentar postar todos os dias, mas não garanto nada, pois esse semestre a faculdade estará mais puxada ainda! Mas vou fazer de tudo pra apresentar um blog atualizado e legal para vocês, ok!??
Então é isso meus amores... fiquem ligados que na semana que vem já tem post novo aqui no blog. 
Fiquem com Deus!
Beijos 😘 

24 julho 2017

Após a cirurgia....!


Eym você do outro lado... tudo bem?!

Bom, não deu pra esperar até agosto pra voltar com os posts e vídeos e aqui estou eu pra dizer com está sendo minha recuperação da cirurgia de alongamento do tendão. Foram feitos 4 cortes (3 na perna esquerda e 1 na perna direita), só à esquerda que está engessada. Vou ficar 30 dias com o gesso (tiro no dia 3 de agosto ), depois vou colocar uma botinha até a tala ortopédica ficar pronta e vou ter que dormir com uma lona ortopédica por 6 meses, esse período não colocarei o pé no chão. A recuperação está sendo um pouco difícil pois estou sentindo muita dor, por causa do gesso, o sangue da cirurgia desceu para o calcanhar e formou bolha de sangue enorme, que se demorasse mais 2 dias para abrir uma janela no gesso teria estourado e formado feridas. E também o gesso coça, incomoda né !?
Devido à remédios fortes para dor que tive que tomar, afetou meu estômago, fígado sei lá, que agora não estou conseguindo me alimentar direito, toda vez que eu tomo minha dieta, sinto muita dor no estômago. E isso está me incomodando mais do que a dor da cirurgia. Mas estou tomando remédio para o estômago e espero que até amanhã eu esteja bem melhor! Pois preciso continuar a vida né gente!? Não dá para parar justo agora, e nem quero! Bom, então é isso meus amigos... logo logo postarei mais aqui e terá vídeo novo no canal... fiquem ligados! 
Fiquem com Deus é até mais 👋🏼 
Agora uma foto do meu estado após cirurgia... 😐😁😆

Beijos 😘 

07 maio 2017

Look do dia!

Oi pessoal... tudo bem!?

Bom, eu vim mostrar para vocês o look que usei para ir na igreja domingo passado. Como está fazendo frio, não dá para se produzir mas ficou bonito, por sinal eu amo esse vestido.
Meia de lã preta, vestido de oncinha acinturado, bota e jaqueta de couro preta. Ficou legal né!? 
Na make, usei apenas primer, CC Cream, corretivo, blush, máscara de cílios, delineador e caprichei no batom. 


Produção simples e elegante.
Espero que tenham gostado!
Beijos 😘 e até mais 👋🏼 


06 maio 2017

Infecção renal (pielonefrite), prevenção e tratamento.

Prevenção e tratamento

Deve-se iniciar a administração de antibióticos assim que o médico suspeitar da existência de pielonefrite e assim que tenham sido coletadas amostras para exames laboratoriais.

O tratamento com antibióticos de pielonefrite é feito por 14 dias, de forma que a infecção não recorrerá. Entretanto, a terapia com antibiótico pode continuar por até seis semanas para os homens com infecção devida à prostatite, que é mais difícil de se erradicar.

Pode ser necessária uma cirurgia se os exames revelarem uma predisposição, como uma obstrução, uma anormalidade estrutural ou um cálculo. A remoção cirúrgica do rim infectado é normalmente necessária para as pessoas com pielonefrite xantogranulomatosa porque as infecções repetidas são possíveis. A remoção do rim infectado também pode ser necessária para as pessoas com pielonefrite crônica que estão prestes a passar por um transplante renal. A disseminação da infecção para o rim transplantado é particularmente arriscada porque a pessoa toma medicamentos imunossupressores, que evitam a rejeição do rim transplantado, mas também enfraquecem a capacidade do corpo de combater a infecção.
As pessoas que sofrem de episódios frequentes de pielonefrite, ou cuja infecção reaparece depois de terminar o tratamento com antibióticos, são aconselhadas a tomar uma pequena dose de antibióticos todos os dias como prevenção. A duração ideal dessa terapia de prevenção não é conhecida, mas frequentemente é interrompida após um ano. Se a infecção retornar, a terapia preventiva pode ser continuada indefinidamente. 


(Créditos: http://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/doen%C3%A7as-dos-rins-e-das-vias-urin%C3%A1rias/infec%C3%A7%C3%B5es-do-trato-urin%C3%A1rio-itus/infec%C3%A7%C3%A3o-renal-pielonefrite )

Infecção renal (pielonefrite), sintomas, diagnóstico e prognóstico.

Sintomas

Os sintomas da pielonefrite começam geralmente com calafrios repentinos, febre, dor lombar em qualquer um dos lados, náuseas e vômitos.
Cerca de um terço das pessoas que sofrem de pielonefrite manifestam sintomas de cistite e micção frequentemente dolorosa. Um ou ambos os rins podem aumentar de tamanho e ficarem doloridos, e os médicos podem encontrar sensibilidade ao tato na parte lombar do lado afetado. Em certas ocasiões, os músculos do abdômen contraem-se com força. A irritação provocada pela infecção ou pela passagem de um cálculo renal (se estiver presente) pode causar espasmos dos ureteres. Se os ureteres apresentarem espasmos, as pessoas podem sofrer episódios de dor intensa (cólica renal).


Diagnóstico

Os sintomas típicos da pielonefrite levam os médicos a realizarem dois exames laboratoriais comuns para determinar se os rins estão infectados: exame de amostra de urina sob um microscópio e cultura de bactérias na amostra de urina para determinar qual bactéria está presente. Exames de sangue podem ser realizados para comprovar a presença de glóbulos brancos ou bactérias no sangue.
Exames adicionais são realizados nas pessoas que apresentam dor intensa nas costas típica de cólica renal, naquelas que não respondem ao tratamento com antibiótico dentro de 48 horas, naquelas cujos sintomas retornam logo após o tratamento com antibiótico ser terminado, naquelas com pielonefrite de longa duração ou recorrente.


Prognóstico

A maioria das pessoas se recupera totalmente. A recuperação atrasada e a possibilidade de complicações são mais prováveis se a pessoa precisar de hospitalização, se o organismo infeccioso for resistente a antibióticos normalmente utilizados.


(Créditos: http://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/doen%C3%A7as-dos-rins-e-das-vias-urin%C3%A1rias/infec%C3%A7%C3%B5es-do-trato-urin%C3%A1rio-itus/infec%C3%A7%C3%A3o-renal-pielonefrite )

Infecção renal (pielonefrite):

A pielonefrite é uma infecção bacteriana de um ou de ambos os rins.
  • A infecção pode espalhar-se do trato urinário para os rins ou os rins podem ser infectados através das bactérias na corrente sanguínea.
  • Calafrios, febre, dor nas costas, náusea e vômito podem ocorrer.
  • A urina e, algumas vezes, os exames de sangue são feitos para diagnosticar a pielonefrite.
  • Antibióticos são usados para tratar a infecção.


Causas



A pielonefrite é mais frequente nas mulheres do que nos homens. Escherichia coli, um tipo de bactérias normalmente no intestino grosso, causa cerca de 90% dos casos de pielonefrite entre as pessoas que não estão internadas ou morando em uma casa de repouso. Geralmente, as infecções vão da área genital até a bexiga através da uretra e em seguida pelos ureteres até os rins. Em uma pessoa com o trato urinário saudável, uma infecção é normalmente evitada com o movimento dos ureteres em direção aos rins pelo fluxo de urina que leva os organismos para fora e pelo fechamento dos ureteres na entrada para a bexiga. No entanto, qualquer obstrução física que impeça a passagem do fluxo da urina, como cálculo renal, dilatação da próstata ou retorno (refluxo) da urina a partir da bexiga até os ureteres, aumenta a probabilidade de ocorrer pielonefrite. O risco de pielonefrite é aumentado durante a gravidez. 

As infecções podem igualmente chegar aos rins, vindas de outra parte do corpo através da corrente sanguínea. O risco e a gravidade da pielonefrite são aumentados nas pessoas com diabetes ou um sistema imune enfraquecido (que reduz a capacidade do organismo de combater a infecção). A pielonefrite é normalmente causada por bactérias, mas raramente por tuberculose, infecções fúngicas e vírus.

Algumas pessoas desenvolvem infecções de longa duração (pielonefrite crônica). Quase todas elas têm anormalidades importantes subjacentes, como uma obstrução do trato urinário, cálculos renais grandes que persistem ou, mais comumente, refluxo da urina da bexiga e para os ureteres (que ocorre com mais frequência em crianças pequenas). A pielonefrite crônica pode fazer as bactérias serem liberadas na corrente sanguínea, às vezes resultando em infecções no rim oposto ou em outra parte do corpo.                     Em certos casos, a pielonefrite crônica pode lesionar gravemente os rins.


(Créditos: http://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/doen%C3%A7as-dos-rins-e-das-vias-urin%C3%A1rias/infec%C3%A7%C3%B5es-do-trato-urin%C3%A1rio-itus/infec%C3%A7%C3%A3o-renal-pielonefrite ).

22 abril 2017

Desabafando sobre o blog!

Pessoal... alguns de vocês já sabem que o blog para mim não deu muito certo, comecei em 2009 e até hoje, 8 anos depois, há apenas 35 seguidores! Pelo fato de eu não ter uma câmera 🎥 profissional, as fotografias feitas por celular, não ficam perfeitas, os textos não tão longos, simples com erros ortográficos. Sem condições de fazer post de look do dia, ensaio fotográfico, recebidos, compras caras, etc, então torna-se um conteúdo desinteresse para as pessoas. Da mesma forma o canal do YouTube, 3 anos no ar e apenas 316 inscritos, por não ter vídeos de vlogs, viagens internacionais e sim vídeos manuscritos. Também no ano passado tive problemas com o blog, tive que excluir tudo e recomeçar do zero! Isso prejudicou muito o blog, e eu agora com pouquíssimo tempo para postar, piorou. Confesso que eu estou com vontade de excluir definitivamente, estou cansada de não ver resultado nenhum, mas também não tenho coragem. Então, vou ficar postando conforme puder, sem neura, mais por hobbi, se algum dia der certo, amém, agora se não der, ok. Vou tentar manter o blog no ar até o ano que vem, vamos ver. Apesar que durante três meses (julho a outubro) vou ficar de cama engessada, pois vou fazer cirurgia, então não sei o que vou fazer, estou procurando uma solução para isso. Espero ter a compreensão e o apoio de todos. Obrigada!